DADOS DO SETOR

Segundo dados da Associação Brasileira de Empresas de Produtos Nutricionais (ABENUTRI), em 2017, apenas o setor de nutrição esportiva, uma das quatro divisões do mercado (que ainda inclui Wellness, Perda de Peso e Nutrição Cosmética) faturou cerca de R$ 2,2 bilhões, com crescimento de 9% em relação ao ano anterior.  Para esse ano de 2018 a expectativa está maior, esperando aumento da ordem de 15% e faturando R$ 2,5 bilhões.

A entidade estima que em cinco anos, a partir de 2019, o mercado atinja um faturamento de R$ 5 bilhões.
​​​​​​​

Atualmente, são comercializadas no Brasil mais de 500 marcas produzidas por um pouco mais de 100 empresas. Desse total, 70% são nacionais e 30% importadas. Segundo relatório do Euromonitor International, no segmento de nutrição esportiva, os produtos à base de proteína são os campeões de venda, com 65%.

​​​​​​​Em nível mundial, a indústria de suplementação alimentar movimentou US$ 13,6 bilhões. Os Estados Unidos, maior mercado mundial no setor, faturam em média US$ 7 bilhões ao ano. Porém, o ritmo de crescimento anual é inferior ao Brasileiro. Em 2017, foram 5% nos EUA contra 9% no Brasil.

Fortaleza, Ceará

DIA 21 A 23 DE SETEMBRO DE 2018

​​​​​​​Centro de Eventos do Ceará

My Image